Translate

26 de abr de 2013

ONDE ESTÁ O FRUTO DO ESPÍRITO NOS CRENTES?




Palavras de Cristo, contextualizadas para a linguagem falada hoje.


"Não fique se intrometendo na vida alheia, bisbilhotando a vida dos outros e falando mal das pessoas. Que coisa feia! Você já viu a sua vida como está? Você vai ser julgado da mesma forma como está procedendo com os outros. Você vai ver quando falarem mal de você; você vai ver como é ruim. As pessoas vão te julgar, te criticar, te difamar, igualmente como você está fazendo com os outros. E porque você fica vendo um probleminha  na vida alheia se você mesmo está cheio de problemas? Deixa de ser fingido. Pare com hipocrisia. Olhe para a sua vida. Quanta coisa ruim existe dentro de você! Quantas coisas impublicáveis você já fez e faz. E como então você fica olhando para as pessoas procurando defeitos se você está cheio deles? Você quer ajudar as pessoas a resolverem um problema quando você está cheio deles? Você é um hipócrita porque fica vendo um cisco no olho do outro, mas o teu olho está cheio de pedras."

Mt. 7:1,5


O que está acontecendo com o evangelho? As pessoas estão frequentando os cultos das igrejas evangélicas ouvindo o quê? Uma pergunta clássica: “você tem a certeza da sua salvação?” Gera dúvidas. Igrejas têm-se se transformado apenas em clubes sociais. Isso mesmo. As pessoas têm necessidade de se comunicarem umas com as outras. Então, durante a semana, bate a saudade da irmã tal e do irmão fulano. Então, vamos nos encontrar na próxima reunião para matarmos as saudades. O que está sendo pregado? Não interessa muito. O que as pessoas gostam mesmo é de falar, bisbilhotar, perguntar da vida dos outros, se intrometer na vida alheia.  “Você soube do fulano? Não me diga!!!” Eu mesmo já fui alvo de más línguas dentro da igreja. Pessoas com olho mau. E como tem! Estão conversando com alguém, mas te olhando de lado, observando seus passos.


Ao final de uma mensagem, um irmão ao dar um testemunho, proclamou as Palavras : “nisso conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros”. Quando o culto termina, isso tudo vira água. As pessoas não aplicam a Palavra ao coração, não desenvolvem o fruto do Espírito, têm sentimento de acepção de pessoas,  obras da carne.


Se a igreja não for lugar de acolhimento, aonde as pessoas mais problemáticas serão acolhidas? Nos sanatórios? Igreja é lugar de gente doente, quebrada, mal amada, lugar para serem acolhidas pelas pessoas que lá estão, senão estamos brincando com as Palavras de Cristo.

Se você não desenvolver o fruto do Espírito, esqueça. Fique em casa. É melhor. Fará mais bem a você e menos mal aos outros.


Gálatas 5:22-23 nos diz: "Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio..." O fruto do Espírito Santo é o resultado da presença do Espírito Santo na vida do Cristão. A Bíblia deixa bem claro que todos recebem o Espírito Santo no momento em que acreditam em Jesus Cristo (Romanos 8:9; 1 Coríntios 12:13; Efésios 1:13-14). Um dos propósitos principais do Espírito Santo ao entrar na vida de um Cristão é transformar aquela vida. É a tarefa do Espírito Santo conformar-nos à imagem de Cristo, fazendo-nos mais e mais como Ele.

Os frutos do Espírito Santo estão em direto contraste com as obras da natureza pecaminosa em Gálatas 5:19-21: "Ora, as obras da carne são conhecidas e são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, discórdias, dissensões, facções, invejas, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam." Gálatas 5:19-21 descreve a vida das pessoas, em proporções diferentes, quando elas não conhecem a Cristo e, portanto, não estão sob a influência do Espírito Santo. Nossa carne pecaminosa produz certos tipos de fruto (Gálatas 5:19-21), e o Espírito Santo produz outros tipos de fruto (Gálatas 5:22-23).

A vida Cristã é uma batalha entre as obras da natureza pecaminosa e os frutos do Espírito Santo. Como pecadores, ainda estamos presos a um corpo que deseja coisas pecaminosas (Romanos 7:14-25). Como Cristãos, temos o Espírito Santo produzindo fruto em nós e o Seu poder disponível para nos ajudar a vencer as ações da nossa natureza de pecado (2 Coríntios 5:17; Filipenses 4:13). Um Cristão nunca vai ser completamente vitorioso em sempre demonstrar os frutos do Espírito Santo. No entanto, um dos propósitos principais da vida Cristã é progressivamente permitir que o Espírito Santo produza mais e mais de Seu fruto em nossas vidas – e de permitir que o Espírito vença os desejos pecaminosos que se opõem aos Seus frutos. O fruto do Espírito é o que Deus deseja que nossa vida demonstre.... e com a ajuda do Espírito Santo, isso é possível!


Então, desenvolva esse fruto. Ame as pessoas. Abrace-as com amor. Encoraje-a, mostre que tem sentimento verdadeiro por ela. Chore com as pessoas que sofrem. E só assim você demonstrará que é um verdadeiro discípulo de Cristo.

pr José Videira